sexta-feira, 14 de março de 2008

Star Wars Exposição Brasil

exposição que deverá atrair nerds, aficionados e curiosos de todas as estirpes. É a Star Wars Brasil, que traz um acervo com 200 peças originais dos estúdios da Lucas Film
A Exposição Star Wars apresenta ao público brasileiro, no Porão das Artes, no Parque do Ibirapuera, objetos que foram utilizados na produção dos seis filmes da série. Os visitantes poderão conferir desde figurinos a maquetes, passando por desenhos, fotografias e modelos em escala natural e reduzida. Além, é claro, de esboços, textos, áudio, vídeos e muito mais.
Paralelamente à mostra composta por obras de diversos artistas da indústria cinematográfica, haverá também a realização de ações educativas junto aos estudantes das redes pública e privada de ensino. O objetivo é tentar ensinar, por meio dos elementos que integram o evento, como diferentes escolas artísticas tiveram papel fundamental na realização desta fantástica e grandiosa saga, muito fundamentada no imaginário.
Estima-se que 180 mil pessoas compareçam à exposição que vai até 29 de junho. A visita é liberada ao público a partir de 7 anos de idade. Os portões ficam abertos das 10h às 22h.
Ingressos: R$30 - inteira; R$15 - meia-entrada; R$40 - com hora marcada. R$10 - Escolinha Jedi. A visitação tem tempo estimado de 1h30. Funcionamento da bilheteria: até as 21h
O acesso ao Porão das Artes da Bienal é pelo Portão 3 do Parque do Ibirapuera.
+ infoStar
www.starwarsbrasil.com.br

Juro sobe para 7,25%; quanto maior o prazo do financiamento, mais se gasta

Juro sobe para 7,25%; quanto maior o prazo do financiamento, mais se gasta
Sex, 14 Mar, 09h09
.articleBody {font-family: Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif; font-size: 11px; color: #333333; text-decoration: none}
SÃO PAULO - Quanto maior a quantidade de parcelas que o consumidor assume em um financiamento, maiores são os juros mensais. A informação consta em pesquisa sobre taxa de juro praticada em fevereiro e divulgada na última quinta-feira (13) pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças). Conforme o estudo, a taxa subiu para 7,25% ao mês.
Quando escolhe pagar uma compra em seis meses, o consumidor desembolsa 3,91% de juros mensais. Já pagando a conta em mais de 18 meses, essa taxa chega a 6,87% - uma diferença de 2,96 pontos percentuais. Dessa forma, supondo que sejam emprestados R$ 400 para uma compra, a diferença entre o gasto final do menor prazo e o do maior prazo (calculado em 19 meses) fica em torno de 60%.
Taxas
A Anefac mostrou ainda que, em 12 vezes, a taxa, ao mês, é 0,26 ponto percentual menor do que a de 18 vezes. Veja, na tabela abaixo, a lista completa de taxas. Os cálculos foram feitos pela InfoMoney:


Fonte: AnefacNível nacional* Valor contratado: R$ 400**exemplo utilizado: 19 mesesPerfil
Desde fevereiro de 2000, o perfil do financiamento mudou. Veículos podiam ser comprados em até 49 vezes, sendo que, na média, eram 26 parcelas. Outros tipos de financiamento tinham prazos de 24 (máximo) e 13 meses (média).
No segundo mês de 2008, os carros foram comprados em até 72 meses, com média de 42 meses. Para aquisições de outros produtos, houve diminuição no tempo máximo, e aumento no médio: para 36 e 18 meses, respectivamente.

 ADC Comics revelou a nova Mulher-Maravilha dos quadrinhos -- e ela é brasileira! Yara Flor, indígena de uma tribo da floresta amazônica, ca...